LBE School    |    Aulas Particulares de Inglês    |    Depoimentos    |    Blog    |    Contato
ingles-para-industria-da-saude

Guia completo: inglês para a indústria da saúde

  • By:chloenewman
  • 0 Comment

O inglês para profissionais da saúde está se tornando cada vez mais importante devido à globalização do mundo e à demanda do mercado por profissionais mais qualificados. 

E, o domínio de uma língua estrangeira global é um dos diferenciais esperados.

A capacidade de falar, ler e escrever dessa língua permitirá que você obtenha mais oportunidades e se torne uma pessoa mais completa, com um perfil distinto no mercado.

Neste sentido, criamos este texto para demonstrar por que os profissionais de saúde devem se concentrar no inglês e a importância desse idioma para a indústria da saúde.

Qual é a importância do inglês para a indústria da saúde?

Como ponto de partida, o inglês é amplamente usado em publicações acadêmicas e pesquisas científicas em saúde. 

A maioria das descobertas, estudos e desenvolvimentos científicos são publicados na língua inglesa, o que permite que os profissionais de saúde acessem e contribuam para o conhecimento e as descobertas mais recentes. 

Além disso, vários periódicos científicos conhecidos exigem que os artigos sejam escritos na língua inglesa antes de poderem ser publicados.

Os profissionais de saúde de várias nações também precisam falar em inglês para se comunicar. 

É comum que médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde trabalhem em países estrangeiros ou em equipes multiculturais devido à globalização e à mobilidade de profissionais de saúde. 

Em inglês, eles podem se comunicar bem uns com os outros e compartilhar informações importantes sobre diagnósticos, tratamentos e cuidados aos pacientes.

Além disso, é necessário ter fluência em inglês para enfermeiros e médicos que desejam trabalhar em países de língua inglesa. 

Antes de obter licenças ou permissões para trabalhar, muitos países exigem que profissionais de saúde estrangeiros demonstrem proficiência no idioma inglês. Isso se deve ao fato de que a comunicação direta e precisa é essencial para fornecer cuidados de saúde seguros e eficazes.

Como o domínio do inglês pode impactar as oportunidades de carreira para a indústria da saúde?

Primeiro, a língua usada para publicar a maioria das principais pesquisas científicas e avanços médicos é a língua inglesa. 

Os profissionais da saúde devem ter habilidades de leitura e compreensão do inglês para acompanhar as últimas descobertas e avanços. A falta de habilidade nessa língua pode dificultar o acesso às informações úteis.

Além disso, é comum que o inglês seja usado para se comunicar em fóruns acadêmicos e conferências internacionais. 

Esses eventos podem ser uma grande oportunidade para profissionais da saúde compartilhar conhecimento, se conectar e trabalhar em colaborações internacionais. 

A capacidade de falar inglês melhora a participação ativa nessas atividades e aumenta a visibilidade profissional.

O idioma inglês é um requisito importante para profissionais que desejam trabalhar ou colaborar com várias organizações internacionais e instituições de saúde. 

Isso ocorre porque a comunicação eficaz é fundamental para a pesquisa, o desenvolvimento de políticas e a prestação de cuidados de saúde em um mundo globalizado. 

Logo, o conhecimento da língua inglesa pode levar a oportunidades de emprego em empresas da área de saúde conhecidas e projetos internacionais.

ingles-para-industria-da-saude

Glossário de termos em inglês usados para a indústria da saúde

Aqui estão alguns termos em inglês comumente usados na indústria da saúde, juntamente com suas explicações:

  • Electronic Health Record (EHR): Registro Eletrônico de Saúde, que é um sistema eletrônico de armazenamento e gerenciamento de informações médicas de pacientes.
  • Telemedicine: envolve a prestação de serviços de saúde à distância, usando tecnologia de comunicação, como videoconferência, para consulta médica e diagnóstico.
  • Medical Device: um instrumento, aparelho, equipamento ou software usado para diagnóstico, prevenção, tratamento ou monitoramento de condições médicas.
  • Clinical Trials: são estudos de pesquisa realizados em seres humanos para avaliar a eficácia e segurança de novos medicamentos, terapias ou intervenções médicas.
  • Health Insurance Portability and Accountability Act (HIPAA): Lei de Portabilidade e Responsabilidade do Seguro de Saúde, que estabelece padrões de privacidade e segurança para proteger as informações de saúde dos pacientes nos Estados Unidos.
  • Patient-centered Care: Cuidado Centrado no Paciente, que é um modelo de assistência médica que coloca o paciente no centro do processo de tomada de decisão, levando em consideração suas preferências, necessidades e valores.
  • Health Information Technology (HIT): Tecnologia da Informação em Saúde, que abrange a aplicação de tecnologia da informação no setor da saúde para melhorar a qualidade, segurança e eficiência do atendimento médico.
  • Medical Research: Pesquisa Médica: o estudo sistemático realizado para descobrir novos conhecimentos médicos, desenvolver tratamentos e melhorar a compreensão das doenças.
  • Public Health: Saúde Pública: o campo dedicado à proteção e promoção da saúde da população em geral, por meio de intervenções de prevenção, educação e políticas de saúde.
  • Healthcare Administration: Administração em Saúde, que envolve a gestão de organizações de saúde, como hospitais, clínicas e sistemas de saúde, abrangendo áreas como finanças, operações, recursos humanos e estratégias de negócios.

A importância de fazer um curso de inglês

A princípio, muitos recursos, pesquisas e estudos médicos estão disponíveis em inglês. 

Ao ter habilidades linguísticas sólidas, os profissionais da saúde têm acesso a informações atualizadas, podem acompanhar as últimas descobertas e aplicar o conhecimento em sua prática.

Além disso, o inglês é amplamente utilizado em conferências e eventos internacionais da área da saúde. 

Participar desses eventos também oferece a oportunidade de interagir com especialistas renomados, compartilhar experiências e aprender com as melhores práticas. 

Isso pode abrir portas para colaborações internacionais, projetos de pesquisa conjuntos e oportunidades de carreira em outros países.

O inglês também é essencial para profissionais que desejam trabalhar em ambientes internacionais, como hospitais e instituições de pesquisa renomadas. 

Muitas vezes, a fluência em inglês é um requisito básico para essas oportunidades, pois a comunicação clara e efetiva é crucial para fornecer cuidados de saúde de qualidade em contextos multiculturais.

Curtiu o conteúdo sobre inglês para a indústria da saúde? Fica mais um pouco e não deixe de conferir nossos outros artigos para estar sempre conectado com novidades sobre educação e o idioma inglês.

 

5/5 - (9 votes)
Posted in: Artigos

Comments

No Responses to “Guia completo: inglês para a indústria da saúde”

No comments yet.
Abrir bate-papo
Estamos online!