LBE School    |    Aulas Particulares de Inglês    |    Depoimentos    |    Blog    |    Contato
Como encontrar comunidades para praticar inglês?

Como encontrar comunidades para praticar inglês?

  • By:Lucas
  • 0 Comment

Você está animado para começar sua jornada no aprendizado do inglês, mas se sente perdido quando se trata de encontrar parceiros para praticar?

Não se preocupe!

Neste guia, vou compartilhar estratégias eficazes para conectar-se com outras pessoas, encontrar comunidades para praticar inglês e aprimorar suas habilidades na língua inglesa.

 

Qual a importância de encontrar comunidades para praticar inglês?

Participar de um grupo de estudos é uma estratégia eficaz para superar a procrastinação e o cansaço que muitas vezes acompanham o estudo solitário.

Quando reunimos colegas de sala para revisar o conteúdo das aulas em horários extras, criamos uma dinâmica enriquecedora.

No grupo de estudos, podemos debater, compartilhar opiniões e esclarecer dúvidas. Essa troca constante facilita a absorção e compreensão do material.

Além disso, a motivação é um benefício significativo: o compromisso com os outros nos incentiva a manter a disciplina.

A interação também é fundamental. Aprender com outras pessoas é enriquecedor. Não se trata apenas de responder às nossas próprias perguntas, mas também de ajudar os colegas a encontrar respostas. Afinal, juntos, crescemos intelectualmente.

 

Estratégias para encontrar comunidades para praticar inglês

 

1. Conheça antes o perfil dos estudantes

Quando você convidar outros alunos para estudar em grupo, aproveite para conhecer o perfil deles.

Mesmo que pareça um detalhe insignificante, essa prática será extremamente útil para todos no futuro.

Afinal, antecipar quais disciplinas são mais comuns ou difíceis é uma estratégia valiosa para equilibrar o grupo de estudos.

Dessa forma, você garante que, pelo menos, cada participante domine um tipo diferente de conteúdo. Isso possibilita tirar dúvidas, explicar temas complexos, resolver problemas e ajudar uns aos outros a aprender.

 

2. Não exagere na quantidade de integrantes

Quando você cria um grupo de estudos, lembre-se de que não se trata de um time de futebol!

Ter um número excessivo de participantes pode prejudicar a dinâmica e transformar os encontros em uma verdadeira bagunça.

Além disso, um espaço amplo é necessário para acomodar todos, e é provável que ocorram conversas simultâneas, debates acalorados e pessoas entrando e saindo do ambiente.

Alguns alunos podem até se sentir envergonhados por não conseguirem acompanhar o ritmo dos demais.

Outro ponto importante é a dificuldade em planejar os dias e horários para reuniões quando há muitos membros.

Limitar o grupo a até seis participantes é a melhor opção, garantindo que todos possam se reunir com mais facilidade.

 

3. Defina dias e horários para estudar

Após definir os membros do seu grupo de estudos e os tópicos a serem abordados, é hora de planejar quando e onde se reunirão. Afinal, nem todos estarão disponíveis ao mesmo tempo.

Alguns participantes têm compromissos familiares, outros frequentam aulas ou já fizeram estágio. Nesse sentido, é essencial organizar a agenda de todos o quanto antes.

Sugiro que as reuniões ocorram semanalmente, com duração máxima de duas horas.

Quanto ao dia específico, avalie se há alguma data em que todos estejam livres durante a semana.

Caso contrário, considere agendar os encontros para o fim de semana, quando a maioria das pessoas está de folga.

Lembre-se: a colaboração e o comprometimento de todos são essenciais para o sucesso do grupo de estudos.

 

4. Monte um cronograma de atividades

Para otimizar o aproveitamento das reuniões com os colegas e evitar perder tempo estudando o que não é relevante, considere criar um cronograma de atividades quando você estiver pensando em encontrar comunidades para praticar inglês.

Por isso, comece fazendo uma lista dos tópicos de cada disciplina e organize-os de acordo com o grau de dificuldade enfrentado pelos alunos.

Além disso, para elevar o desempenho da turma, promova sessões de revisão e tire dúvidas durante os exames.

 

5. Crie regras

Embora discutir regras possa ser difícil, elas são necessárias, especialmente quando se trata de grupos de estudos.

Regras ajudam a manter o foco e evitam conflitos entre diferentes personalidades e opiniões.

Não há necessidade de regras rígidas; o único requisito é a organização do grupo e a confirmação de que todos estão cientes.

Respeitar os colegas, cumprir os horários, evitar conversas não pertinentes e não usar o celular durante as reuniões são algumas sugestões. Para chegar a um consenso, os membros devem trabalhar juntos para estabelecer as regras.

 

6. Eleja um líder

Quando se trata de escolher um líder para o grupo de estudos, é importante lembrar que a liderança não significa necessariamente que essa pessoa irá comandar todos os membros.

Em vez disso, o papel do líder é organizar e facilitar o funcionamento do grupo.

Um bom líder deve possuir várias qualidades essenciais. Primeiramente, ele deve ser organizado, capaz de manter os horários das reuniões e arquivar materiais relevantes.

Além disso, a justiça é fundamental: o líder deve tratar todos os membros com igualdade e respeito, garantindo que todos tenham voz e se sintam ouvidos.

A calma também é uma característica valiosa. Conflitos podem surgir em qualquer grupo, e um líder tranquilo e ponderado é essencial para resolver essas situações de forma construtiva.

Por fim, considerar um rodízio de liderança pode ser uma ótima alternativa. Isso permite que todos os membros do grupo tenham a oportunidade de desenvolver habilidades de liderança, promovendo uma dinâmica mais colaborativa e inclusiva.”

 

7. Use aplicativos de chamadas de vídeo para estudar em grupo online

A comunicação à distância deixou de ser um grande problema, graças às chamadas de vídeo. Essas ferramentas permitem uma interação mais real e dinâmica, inclusive, para quem fará parte de comunidades para praticar inglês.

Agora, você não está mais limitado apenas à voz ou ao texto. Na verdade, cursos, aulas e reuniões continuam acontecendo, mesmo sem encontros presenciais.

Com o aumento do home office e do estudo em casa, aplicativos de videochamadas inclusivos, como Zoom, Hangouts, Skype e Discord, tornaram-se essenciais para a educação online.

Eles oferecem uma maneira fácil e útil de se conectar com colegas, professores e instrutores, especialmente para aqueles que preferem estudar remotamente.

Além disso, atividades virtuais em grupo são excelentes para incentivar a participação dos alunos.

Essas atividades podem ser realizadas tanto em aulas online (síncronas) quanto em aulas planejadas e enviadas para avaliação posterior (assíncronas). Elas não apenas aliviam a saudade dos colegas, mas também despertam o interesse pelo trabalho dos outros por meio de chamadas em grupo ou fóruns.

 

8. Procure comunidades para praticar inglês nas redes sociais

Procurar comunidades para praticar inglês nas redes sociais pode ser uma ótima maneira de melhorar suas habilidades linguísticas. Aqui estão algumas dicas:

  • Facebook: use a barra de pesquisa para encontrar grupos de estudo de inglês, como “English Learning” ou “English Conversation”. Junte-se a grupos com muitos membros e alta atividade.
  • Twitter (X): utilize hashtags como #LearnEnglish, #EnglishPractice ou #EnglishLearners para encontrar pessoas e comunidades que compartilham dicas e oferecem oportunidades de prática.
  • Twitch: procure por canais que ensinam inglês ou streamers que falam inglês. Participar dos chats ao vivo pode proporcionar prática em tempo real.
  • Reddit: participe de subreddits como r/EnglishLearning e r/language_exchange, onde você pode encontrar recursos e parceiros de prática.
  • Discord: encontre servidores dedicados ao aprendizado de inglês, onde você pode conversar por texto ou voz.

Ao explorar essas plataformas, seja ativo, participe das conversas e pratique regularmente para melhorar suas habilidades.

O que achou do conteúdo de hoje? Deixe aqui seu comentário, sugestão ou dúvida. Sua opinião é muito importante para nós!

Rate this post
Posted in: Artigos

Comments

No Responses to “Como encontrar comunidades para praticar inglês?”

No comments yet.
Abrir bate-papo
Estamos online!